Lisboa,
Iniciativas Editoriais.

Paris, Ed.
Gallimard
.

Voltar

1975 – Les Soldats Socialistes
du Portugal
1975 – Os Soldados Socialistas
de Portugal

Analisa o processo revolucionário português – Revolução dos Cravos – partindo de duas premissas básicas: 1- O MFA (Movimento das Forças Armadas), embora não representando a totalidade das forças armadas portuguesas nem sendo a vanguarda do seu povo, foi realmente o motor das transformações sociais que ocorreram , de vez que possibilitou a eclosão da criatividade popular; 2- Foi a participação e a iniciativa das massas que obrigou a liderança do MFA a ultrapassar os objetivos que estabelecera a cada passo do processo, Essa a razão pela qual as forças contra-revolucionárias, interessadas em paralisar o processo de transformação para aniquila-lo mais tarde, fundamentaram a sua estratégia na decapitação da liderança progressista do MFA, na sua diluição no interior das forças armadas e, sobretudo, no controle e na sabotagem das iniciativas populares.

 

Marcio Moreira Alves.Todos direitos reservados
Principal