Rio de Janeiro, Editora Sabiá.


Voltar

 




1968 – O Cristo do Povo

Com base em uma extensa e intensa pesquisa de campo o autor analisa os motivos que fizeram com que as classes dominantes do Brasil, ao recobrarem o poder através de um golpe de estado que proclamavam primordialmente anticomunista, perseguissem com tamanha perseverança e ferocidade organizações e pessoas reconhecidamente cristãs. É feito, pela primeira vez, um estudo da evolução da atitude da Igreja Católica no Brasil, em decorrência das posições assumidas pelos Papas João XXIII e Paulo VI, e das recomendações do Concílio Vaticano II. É visto de que maneira organizações ligadas à Igreja, como a Juventude Operária Católica, a Juventude Universitária Católica e o Movimento de Educação de Base puseram em prática essas recomendações, e as dificuldades que tiveram de enfrentar sob o governo Castelo Branco.

Também editado em espanhol ( Editorial Ercilla, Santiago de Chile, 1970), em italiano (Ed. Arnaldo Mondadori, Milão, 1970) e em polonês (Instytut Wydawniczy, Varsóvia, 1973)

 

Marcio Moreira Alves.Todos direitos reservados
Principal